em 26 de outubro de 2020
Teste

Cinco problemas comuns nas empresas devido à falta de um profissional de TI

em 26 de outubro de 2020

Cinco problemas comuns nas empresas devido à falta de um profissional de TI

Você alguma vez já imaginou parar o andamento do seu negócio por causa da tecnologia da informação? Um questionamento desse soa bem estranho. Afinal, quando se fala em tecnologia da informação, ou TI, já se pensa em soluções e facilidades. Mas, assim como com medicamentos, se elas forem aplicadas na dosagem ou na hora errada, podem fazer mais mal do que bem.

A vida dos negócios é uma soma de inúmeros processos, cada um com o seu valor e com a sua dificuldade. Todos os dias, os empreendedores executam dezenas ou centenas de tarefas com o único objetivo, entregar o seu produto ou serviço com excelência, a fim de encantar o cliente.

Para ajudar na execução dessas tarefas, a tecnologia da informação evoluiu e desenvolve diversos serviços que auxiliam em cada etapa. Mas, além de sistemas, há inúmeros equipamentos que são usados. A realidade hoje é que as empresas têm a estação de trabalho, algumas estão conectadas em home office, há o e-mail, os softwares, os servidores, as redes. Já dá para perceber que os negócios fazem grandes investimentos em TI e é preciso saber gerenciá-los.

A seguir listamos cinco problemas comuns que as empresas enfrentam por falta de um profissional de TI.

 

#1 A internet está lenta, quase parando

A contratação de um serviço de internet para a empresa pode parecer uma atividade sem muita complexidade. Pode ser que sim, mas em uma instalação doméstica. Empresas têm outras necessidades e uma instalação mal feita pode gerar muito prejuízo por baixa produtividade.

Para que o serviço seja bem executado, o profissional, antes de qualquer coisa, irá entender a real necessidade da rede e vai dimensionar a largura de banda necessária a ser contratada. Uma empresa que usa a rede somente para troca de e-mails não tem a mesma necessidade de uma empresa que trabalha com serviços de computação em nuvem ou com transferência de arquivos de imagem e vídeo, por exemplo. 

É o profissional de TI que irá fazer esse levantamento para buscar no mercado o fornecedor que apresente uma proposta com a melhor relação custo x benefício. Além disso, sem um conhecimento técnico, comprar um equipamento de rede, como um roteador, pode ser tornar um desafio diante da grande variedade de modelos.

 

# 2 Equipamentos lentos e com funcionalidade prejudicada

O investimento que um empreendedor faz em hardware e software é sempre alto, entretanto, necessário. É difícil de imaginar um segmento de negócio que não funcione com um computador. Mas acontece que, muitas vezes, o equipamento que era aliado quando novo, se torna um inimigo e pode começar a prejudicar a produtividade.

Muitas vezes esse problema é ocasionado por falta de manutenção técnica preventiva e corretiva, tanto no hardware como no software. Já imaginou que um computador pode parar por causa de poeira? A falta de limpeza minuciosa em computadores pode ocasionar falhas e essa limpeza precisa ser feita por um profissional qualificado. A poeira do dia a dia, entra pelas aberturas de ventilação da máquina e causa o prejuízo. Por isso, é preciso abrir o gabinete ou a carcaça do notebook, limpar cada canto, usar um aspirador ou soprador para tirar toda a sujeira que possa provocar um curto-circuito nos componentes ou impedir o adequado encaixe deles.

Já com relação aos softwares é preciso manter uma rotina de atualização. Os sistemas operacionais, o navegador de internet, os editores de textos. Todos esses programas têm atualizações disponibilizadas pelos desenvolvedores que precisam ser instaladas. Se forem ignoradas por muito tempo, é possível que o programa perca algumas funcionalidades ou deixe de funcionar por completo. 

 

#3 Perda de dados por falta de backup

Você certamente já ouviu falar em backup e deve entender do que se trata. Mas para quem não sabe o conceito, o backup é uma cópia de segurança, feita regularmente, para que os dados de um computador, ou outro dispositivo, não se perca. 

Imagine que você tem um carro. Esse carro tem a chave principal e a reserva. Onde você guarda a reserva? Dentro do carro? Não. Guarda em outro canto mais seguro, afinal, se você perder a chave principal, conseguirá usar a chave reserva para fazer o carro funcionar. E com relação ao backup dos dados da sua empresa? Usa essa mesma estratégia ou costuma salvar o backup no mesmo local do arquivo original? No mesmo hd? Ou na mesma máquina? No mesmo prédio? Imagina se acontece um incêndio ou um bandido rouba seu computador, você perdeu os arquivos originais e o backup.

O profissional de tecnologia da informação ajudará o seu negócio a criar políticas e rotinas de backup. Quanto mais valiosas forem as informações para o seu negócio, mais atualizado e mais bem guardado deverá ser o seu backup. Atualmente, como exemplo, há diversos serviços em nuvem que oferecem servidores ondem suas informações estarão seguras. O profissional poderá ajudar o empresário a escolher a melhor solução.

 

#4 Vulnerabilidade na segurança das informações

A sua empresa tem uma política clara com relação ao uso das tecnologias da informação por parte dos colaboradores? Este tem sido um ponto um tanto negligenciado por parte de empresários e empresas e que podem gerar grandes prejuízos.

Quando se usa um sistema, uma rede ou um equipamento de maneira inadequada, pode abrir uma brecha para vários problemas, como vírus, ataque de hackers, invasão de perfis em redes sociais, de contas de e-mail, entre outros. É preciso que fique claro a todos os usuários dos equipamentos de TI o que pode e o que não pode fazer com o equipamento e com o sistema.

Elaborar essas políticas é um dos papeis do profissional de TI, que terá a responsabilidade de acompanhar e identificar se alguém está agindo de maneira inadequada, encaminhando aos responsáveis para que se tome as medidas cabíveis.

 

#5 Desperdício de recursos

Quando se fala em tecnologia, é comum pensar que o produto de última geração é o melhor. De fato, eles são melhores, mas nem sempre são os necessários para a empresa. 

Não é preciso comprar um supercomputador para instalar no ponto de venda, que vai operar somente o sistema de frente de caixa. Da mesma forma que não é necessário comprar licenças de programas de escritório para instalar no computador de um colaborador que usa somente um sistema em nuvem.

O profissional de tecnologia da informação na empresa é a pessoa mais qualificada a identificar quais são as reais necessidades de investimentos na área. Ele deverá entender a demanda de cada setor e função executada para buscar os melhores equipamentos e softwares. 

 

Você se identificou com alguns dos problemas mencionados acima? Acha que a tecnologia está amarrando o crescimento do seu negócio? Já ficou em dúvida sobre investimentos em TI? Enfim, todos esses problemas são muito mais comuns do que você imagina. O profissional de TI pode ser um grande investimento para o crescimento do seu negócio, independente da sua área de atuação.